Ano 2 | Nº 23 | Novembro de 2008
Grafias
Contos de pouco fôlego | Wilson Gorj
PROTEÇÃO

   Deixou a turma da faculdade no carro e entrou correndo em casa.
  ─ Mãe, já tô indo ─ disse o rapaz, tentando parecer sóbrio.
  ─ Tenha cuidado, filho. Muita atenção quando for descer a Serra. Aquelas curvas são muito perigosas.
  ─ Não se preocupe, mãe. Vamos sem pressa.
   Ela duvidou. Eles iriam ao litoral, festejar o Ano Novo.
   De repente, a impaciência buzinou lá fora. 
  ─ Estão me chamando, mãe. Preciso ir. Chegando lá, eu te ligo, tá bom? Tchau.
  ─ Vá com Deus, meu filho.
   Antes de cruzar a porta, ele ainda brincou:
  ─ O carro tá lotado. Se Deus quiser vir com a gente, vai ter que se ajeitar no bagageiro.
   Instantes depois, a mãe escutava o arranque do motor e o cantar dos pneus. Um aperto no peito. Foi para o quarto rezar.
   Horas mais tarde, o telefone tocou. Ela segurou o fone com o terço (e o coração) na mão.
   Do outro lado da linha, a voz estranha tentava transmitir-lhe a notícia do acidente. O carro do filho havia perdido a direção quando descia a serra. Uma curva muito perigosa, salientou o policial. Dada a velocidade, o veículo ultrapassou a proteção e capotou encosta abaixo, chegando ao fim completamente destroçado.  Não houve sobreviventes.
   Um detalhe, no entanto, chamava a atenção.
   No bagageiro, os bombeiros encontraram duas garrafas de champanhe e cinco taças de fino cristal. Todas intactas.

EXIBIÇÃO

   Cheios de orgulho, eles gostam de mostrar a todos amigos e parentes os momentos mais importantes na vida da filha: seleta biografia documentada em fotos e, principalmente, em vídeo. O acervo documenta desde o seu nascimento - os primeiros passinhos, as primeiras palavras, o primeiro dente a cair - até os dias atuais, incluindo já o Baile de Debutante.
   Entretanto, o que os orgulhosos pais ainda não sabem é que dela já se encontra também registrada a primeira transa, cuja performance pode ser facilmente conferida num site pornográfico, clicando em “Amadores” e, a seguir, “Ninfetas”.
   O vídeo da filha está entre os mais exibidos.

PERDAS SUCESSIVAS

   Perdeu a hora e, por conseqüência, o ônibus.
   Pelo atraso, que azar!, perdeu o emprego.
  Desempregado, quase perdeu a cabeça; quisera se matar, mas, felizmente, perdeu a coragem.
   Iniciativa perdida, foi logo encher a cara.
   No boteco, reencontrou um amigo com quem há muito perdera o contato.
   O sujeito estava perdido no mundo do crime. Envolvido com uma quadrilha de assaltantes. De maneira que o convidou para o próximo assalto.
   O que tinha ele a perder?
   “Perdido, perdido e meio”, pensou.
   No banco, houve troca de tiros. Balas perdidas.
   Uma delas o encontrou.
   Perdeu sangue. Tanto que acabou perdendo os sentidos.
   Quando o socorro chegou, não perderam tempo com ele. Já havia perdido a vida.



Wilson Gorj
Escritor, autor do livro Sem Contos Longos

gorj@jornalolince.com.br
omuroeoutraspgs.blogspot.com

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Hotel Ideal
Rua Oliveira Braga, 362
Tel.: (12) 3105.2835
Harlei Hotel
Rua Oliveira Braga, 409
Tel.: (12) 3105.2940

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Hollywood Palace Hotel
Rua João Alves, 114
Centro - Aparecida/SP
Tel.Fax: (12) 3105.1222
Tel.Fax: (12) 3105.1824
email
www.hotelhollywood.com.br


Preview Agência™
Jardim São Paulo
Aparecida, SP
Tel.: (12) 3105.1763
Cel.: (12) 9148.0617
Visite o Canal Preview

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



100% Ice Cream
Rua Isaac Ferreira da Encarnação, 228
Jd. Paraíba II - Aparecida/SP
Tel.: (12) 3105.2550
Tel.: (12) 3105.4237
100icecream@gmail.com
  © 2007 • 2014 Jornal O Lince, tem o que ler  | Tel.: (12) 9 9138 5576 | redacao@jornalolince.com.br
  Rua Alfredo Penido, 101, Jardim São Paulo
  Aparecida, SP | CEP 12570-000