Ano 2 | Nº 14 | Fevereiro de 2008
Grafias
Nanos, Micros e Minicontos | Wilson Gorj
  Bala vs. Vida
  Ambas perdidas.

  Carnaval
  Fantasiou-se de político corrupto.
  Foram quatro noites e três dias de impunidades.

  Transplante
  De córneas. Ou melhor, de “córneos”.
  Ao ver que a mulher não prestava, deixou que o amante a levasse.

  Pé-d'água
  A caminho de casa, pegou carona no guarda-chuva da vizinha.
  Suas meias secaram atrás da geladeira dela.

  Direitos
  Fosse em casa, na escola ou na rua, o Estatuto do Menor o amparava, ora protegendo-o de castigos mais severos, ora absolvendo-o de punições legais.
  No país das impunidades, ele também desfrutava a sua.

  Pista
  Pisou fundo no acelerador. Queria deixar tudo para trás: a cidade, a casa, o quarto, a cama, o corpo, o pu – ah, o punhal!!
  Como pudera esquecê-lo?!

  Denunciante
  Daquela mão, apenas um dedo era honesto. De modo que, quando os outros quatro decidiam furtar algo, ao bom dedo não restava outra atitude senão permanecer em riste.

  Ressaca
  Ressaca Disposto a iniciar-se no mundo dos vinhos, comprou o livro de um famoso enólogo. Mas tão ruim era o livro que o neófito adormeceu logo nas primeiras páginas.
  Acordou depois com uma tremenda dor de cabeça.

  Em busca do Amor Perdido
  Construiu uma Máquina do Tempo. Contudo, nem lhe passou pela cabeça conhecer Jesus ou ficar milionário com a loteria. Seu propósito era bem simples. Queria apenas regressar trinta anos, para entrar no seu quarto de adolescente e deixar no bolso do seu jeans o seguinte recado: “Hoje à noite ela vai sugerir namoro. Não seja burro. Aceite”.
  Lar gado
  A mãe era uma vaca. O pai, portanto, não podia ser outra coisa senão um touro. O filho mais velho pastava na vida, um burro. O caçula, grande mal-criado, vivia de bode amarrado. Para fechar o curral, havia a filha do meio, ovelha negra da família.
  Ovelha que um dia o Amor veio domesticar, vestindo-a de branco.
  De véu e grinalda, casou-se com um fazendeiro.

  Superpoderes
  Banhado de álcool, o garoto ateou fogo ao próprio corpo, acreditando que assim se transformaria no Tocha Humana.
  Felizmente, os pais chegaram a tempo de evitar uma tragédia maior.
  Plásticas depois, mesmo apesar do trauma, o menino ainda continua fã de super-heróis.
  Porém, o seu predileto, agora, é o Homem de Gelo.
  Por precaução, os pais botaram um cadeado na geladeira.

  Rumo ao Desconhecido
  A ânsia de conhecer lugares novos levara-o a percorrer o mundo todo. Não havia canto do planeta onde um dia não estivera.
  Envelhecido, finalmente fixara-se em sua cidadezinha natal.
  Ali, entediava-se, quando uma forasteira a cavalo o abordou:
  – Há um lugar que você ainda não conhece. Que vir comigo?
  Não pensou duas vezes. Montou na garupa e com ela partiu.
  Na pressa, nem percebeu que seu corpo ficava para trás.

Wilson Gorj

Escritor
gorj@jornalolince.com.br
Polimédica 100% Ice Cream
  © 2007 • 2014 Jornal O Lince, tem o que ler  | Tel.: (12) 9 9138 5576 | redacao@jornalolince.com.br
  Rua Alfredo Penido, 101, Jardim São Paulo
  Aparecida, SP | CEP 12570-000