Nova Fase | Ano 1 | Nº 12 | Dezembro de 2007
Grafias
Um outro jeito de ver o Natal | Sofia Helena Arneiro Lourenço Barbosa
  Aviso: Este é um “textrevista”. Não pensem que é um texto. “Tá” olhando o quê? Eu tenho que renovar o jornal, sabiam?

  Eu – Olá, Senhor Burro. Conte-nos como tudo aconteceu no dia do Natal.

  Burro – Olá, Sofia. Como vai? Bom, para começar aquele dia foi comum. Bem, quase comum... Primeiro eu estava pastando ali, “de boa”, “na minha”. Quando, de repente, (olha que absurdo!), me aparece um outro burro com uma mulher barriguda e um homem barbudo em cima dele. “Vê” se pode? Nessas horas, acontece tudo, meu amigo. Sabe que eu não sei o que tinha aquele casal?

  De repente, o galo cantou. É isso aí. O galo cantou feito aqueles que cantam de dia, sabe? O pior foi aquela estrela intrometida que começou a chamar gente de tudo quanto é canto para ver uma “gentinha”. Até chamou Árabe (pela roupa parecia Árabe). Mas eu acho que o pior foram os berros que a “gentinha” deu e...

  Vaca – Pode parar aí, mocinho, porque isso não aconteceu. Agora você passou dos limites.

  Desculpa me intrometer Sofia, mas eu preciso falar a história certa antes que esse burro acabe com a cultura do jornal.

  Eu – É mesmo Dona Vaca. Este é um jornal de cultura. Pode falar então.

  Burro – Ahhhhhhhhhh... Justo na parte boa a vaca tinha que se intrometer.

  Vaca – Intrometer não. Consertar. Bem, eu ia dizendo... Esse dia foi ma – ra – vi – lho – so genteeeeeeeee! Adorei toda aquele povo chique chegando. Sabia que não acontece quase nada lá no meu pasto?
  Burro – Seu nada. Ele é nosso.

  Vaca – Nosso pasto, então, seu chato! Agora deixa eu continuar que a Sofia deve estar com pressa. Então, isso aconteceu porque a Maria e o José vieram. Viu? Eu sou isolada das coisas, mas sou bem informada. Me desculpe o burro ser tão mal informado. É que eu gosto de provar outros pastos sabe? Continuando. Eles iam ter um bebê. Vai ver era por isso que a estrela entrou em cena. Era para avisar as pessoas. Quando um bebê nasce, os humanos fazem um chá–de–bebê. Acho que a estrela era o convite daquele enorme chá. E acabou. É só o que eu sei.

 Burro – Ufa! Pensei que nunca ia acabar.

  Vaca – Engraçadinho...

  Eu – Bom... Cada um tem um jeito de ver o Natal. Você deve ter o seu. Comemore! (Ou não, né?). Ano que vem eu mostro outra entrevista. Até mais!

Sofia Helena Arneiro Lourenço Barbosa

Sofia Helena tem 9 anos

sofiahbarbosa@jornalolince.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



La Farma
Roseira/ SP
Tel.: (12) 3626.2915

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Acoplan Papelaria e Informática
Rua Dr. Rangel de Camargo, 38
Ponte Alta - Aparecida/SP
Tel.: (12) 3105.7555
acoplan@uol.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Posto Princesa do Vale
Av. Itaguaço, 1616
São sebastião - Aparecida/SP
Tel.: (12) 3105.0767
Tel.: (12) 3105.6415

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Hotel Cathedral
Avenida Getúlio Vargass, 901
Aparecida/SP
Tel.: (12) 3105.1051
Tel.: (12) 3105.3413
email
www.hotelcatedral.com.br
  © 2007 • 2014 Jornal O Lince, tem o que ler  | Tel.: (12) 9 9138 5576 | redacao@jornalolince.com.br
  Rua Alfredo Penido, 101, Jardim São Paulo
  Aparecida, SP | CEP 12570-000