Nova Fase | Ano 1 | Nº 12 | Dezembro de 2007
Grafias
Decamicros | Wilson Gorj
  I.
  Na festa de aniversário, ganhou o maior bolo da sua vida.
  O namorado não veio.

  II.
  Depois que descobriu o Viagra, passou a ficar duro.
  As prostitutas sugavam-lhe toda a aposentadoria.

  III.
  Ela pintava quadros. Ele, paredes.
  Conheceram-se. Pintou um clima.
  Na cama, pintaram o sete.

  IV.
  Por estar armado, de imediato a Policial o prendeu.
  Todavia, horas mais tarde, teve de soltá-lo.
  Causava-lhe incômodo dormir com o cabelo preso.

  V.
  O maestro deu a cada filho o nome de uma nota musical:
  -ris, -gis, Mi-rian, -tima, Sol-ange, -zaro e Si-mone.
  Só não pôde dar a eles a harmonia de um lar.
  Em sua casa, nenhum se afinava com o outro.

  VI.
  A pedido da cigana, concedeu-lhe a mão para ler.
  Ela sentenciou: “Seu grande amor está onde você menos imagina.”
  Estava certa.
  Dias depois, quem lhe pedia a mão era ele.

  VII.
  Documentos, diplomas, assinaturas... Dinheiro. Suas falsificações eram perfeitas.
  Por conta delas, porém, jamais tivera êxito emocional.   Todas as mulheres com quem se envolvia duvidavam de que seu amor fosse verdadeiro.
  VIII.
  Fumava duas carteiras de cigarros por dia. Morreu beirando os 92 anos. Diagnóstico: ataque cardíaco.
  O filho, que fumava apenas um maço diário, faleceu aos 46. Enfisema pulmonar.
  Aos 23 anos, foi a vez do neto – que morreu num acidente de trânsito, sem nunca ter posto um cigarro na boca.

  IX.
  Muito romântico de sua parte trazer-me a um lugar tão bonito. Como a cidade é linda vista aqui de cima! Eu sabia que a gente acabaria superando a fase negra pela qual nosso relacionamento passou. Meus deslizes...
  E por falar em deslizes, ele fechou o semblante e lhe deu um empurrão, com o qual ela deslizou encosta abaixo.

  X.
  Carlos Pereira de Faria, vulgo C.P.F., casou-se com Rafaela Garcia, vulgo R.G. Acontece que ela conheceu o P.I.S. (abreviação de Paulo Isidoro da Silva) e com ele fugiu, sem deixar pistas nem documentos.
  Abandonado, CPF extraviou-se. Acabou inválido.
  Sem RG, ele não é mais ninguém.

Wilson Gorj

Escritor
gorj@jornalolince.com.br
Restaurante Paineira Drogaria Aparecida
  © 2007 • 2014 Jornal O Lince, tem o que ler  | Tel.: (12) 9 9138 5576 | redacao@jornalolince.com.br
  Rua Alfredo Penido, 101, Jardim São Paulo
  Aparecida, SP | CEP 12570-000